quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

I Fall If I Fall ➴❣


alice in wonderland falling GIF

       Um dia desses eu me dei conta de que estou caindo. Eu até consigo perceber a leveza, era como eu lembrava, mas tem um peso a mais que me puxa pro outro lado e eu nem sei pra onde ir. É que quando eu caí antes, eu não sabia o que fazer, mas eu tinha outra possibilidade. E agora... E agora?
       Fiquei pensando por meses, até achar que ia parar de cair. Mas eu só caí mais fundo e mais pesado porque o coração me impede de sentir a leveza da queda. Ah, mas eu queria tanto sentir essa leveza. Eu sinto que ela quer entrar no meu peito e fazer meu coração bater como antes. Mas acho que essa queda pode ser a tacada final de mim.
       De mim. Sim. De mim porque eu sigo caindo como se fosse uma pena com uma pedra amarrada em si. Porque cada vez que eu fecho os olhos vem o peso e a leveza me encontrarem. Mas o pior de tudo é que a leveza invadiu meus sonhos como se esse espaço fosse dela. E eu tô perdida. E fazia tempo que eu não me perdia assim.
       Cada música que eu ouço a leveza volta e me faz querer deixar o peso pra trás. Mas não é assim que se muda a vida, não é assim que se larga um peso que já está acostumado. Será que eu me tornei a pessoa que acostuma com o peso? Será que eu me tornei a pessoa que eu sempre amparei dizendo que “o ‘acostumar-se’ com algo ou alguém e permanecer somente por causa desse costume vai sugar a sua felicidade”?
       Talvez seja uma epifania, ou uma vontade de mudança que me guie, mas talvez seja um caminho novo. Eu já nem sei o que me chama... Quem me chama. Se me chamam. O que eu sei é que meu coração tá querendo saltar pra fora do peito toda vez que a leveza aparece, seja em sonho ou seja com meus olhos bem abertos. A leveza me consome sem nem saber o que me causa e eu já nem sei mais se eu sei o que me causa. Só sei que causa algo. Só sei que não devia causar isso... Essa leveza que me faz querer tentar voar quando sei bem que vou cair por estar caindo. Continuo em queda livre e sem saber quando vou tocar o fundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário